Menu Mobile

 

 
Fechar galeria
IPB LOGO

Qual é o sentido do Natal?

Ela dará à luz um filho e lhe porás o nome de JESUS, porque ele salvará o seu povo dos seus pecados (Mt 1.21).

Passados mais de dois mil anos muitos ainda não entendem o real sentido de se comemorar o Natal. Sabemos que esta é a época em que o comércio promove seu suposto Natal através das altas vendagens de produtos e que, ao mesmo tempo, muitos enfatizam grandes banquetes e trocas de presentes. Esses eventos, apesar de culturais e muito propícios à pregação do Evangelho, não expressam o verdadeiro sentido do Natal.

A palavra “sentido” chama a atenção para o lugar onde estamos apontando ou para qual direção devemos ir ou seguir. Assim, o Natal é um evento que aponta para três direções: Criação, Queda e Consumação.

  1. No evangelho de João 1.14 é relatado que “o Verbo se fez carne”, a palavra criadora de Deus se fez carne, ou seja, o Deus criador se encarna e habita entre os homens;
  2. O pacto feito entre o homem e Deus foi quebrado pelo próprio homem que não conseguiu obedecer ao mandamento de obediência no jardim (Adão). O homem se desviou da ordem que Deus lhe dera, ou seja, ele pecou e, de agora em diante, ele viveria distante de Deus (Gn 3.2-3,11), e a consequência desse pecado deveria ser paga por um homem (Rm 5.18);
  3. A consumação da obra do Verbo encarnado nos demonstra o tamanho da graça e misericórdia de Deus e nos lembra da gravidade do nosso pecado que foi aplacado sobre Ele na cruz do calvário, ao mesmo tempo nos ensina humildade quando vemos um Deus eterno esvaziar-se a si mesmo tornando-se temporal para viver como homem.

Olhando para esses aspectos podemos enxergar uma verdadeira cosmovisão bíblica do que vem a ser o sentido do Natal.

O nascimento de Jesus tem como objetivo (1) salvar os que haviam se perdido por meio de seu sacrifício na cruz, (2) restaurar nosso relacionamento com Deus – outrora quebrado por Adão – e, por fim, nos (3) fazer saber que o reino de Deus fora inaugurado com a consumação da obra de Jesus nos fazendo experimentar o princípio da eternidade em nossa vida.

Portanto, o verdadeiro sentido do Natal não se trata de vendas, lucros, banquetes e troca de presentes, mas sim de rememorar o amor e a alegria da salvação proporcionada por Deus Pai através de seu Filho Jesus Cristo. Ele não está na manjedoura, nem no sepulcro, muito menos na cruz. Ele ascendeu ao céu, está à destra de Deus e retornará, por isso aguardamos ansiosos pela sua vinda. “Maranata! Ora, vem Senhor Jesus!”.

 

Compartilhe:

Novidades

Acesse as últimas pregações, aulas e estudos bíblicos

07/10/2020
A IGREJA E O MUNDO
Escola Bíblica Dominical

30/07/2020
PASTORAL DE RETORNO DAS ATIVIDADES PRESENCIAIS
Rev. Leandro Rocha dos Santos

10/03/2020
PRIMEIRO INSTITUTO BÍBLICO REFORMADO DE DIADEMA
IBRAK PRRD

Igreja Presbiteriana do Brasil em Diadema -
Todos os direitos reservados.