Menu Mobile

 

 
Fechar galeria
IPB LOGO

AS CARACTERÍSTICAS BÍBLICAS DA ORAÇÃO

A morte de Cristo teve um objetivo muito claro, nos reaproximar de Deus, uma vez que o pecado causou separação entre nós e Deus. A Bíblia diz que o salário do pecado é a morte (Rm. 6. 23) e que nossos pecados fazem separação entre nós e Deus (Is. 59. 1-3). Mas Cristo quebrou a barreira de separação entre nós e Deus, nos reconciliando com Deus (2Co. 5. 18-20).

A morte de Jesus não foi em vão. Foi para nos dá livre acesso à presença de Deus. Por isso que o autor aos Hebreus nos exorta a nos achegar junto ao trono da graça (Hb. 4, 16), e a entrarmos no Santo dos Santos, que é a presença de Deus (Hb. 10. 19-20). Se não desfrutarmos da presença de Deus, estamos menosprezando a obra de Cristo na cruz.

A forma como vamos desfrutar da presença de Deus é através da oração. A oração nada mais é do que o meio pelo qual desfrutamos da comunhão com Deus. Por isso, quando oramos, estamos desfrutando daquilo pelo qual Cristo morreu. Quando dizemos que oração é falar com Deus, é, em outros termos, dizer que oração é o caminho para desfrutarmos da presença de Deus, através da morte de Jesus.

O Catecismo Maior de Westminster define oração como sendo “o oferecimento de nossos desejos a Deus” (CMW, 178). De fato, Paulo nos exorta a não andarmos ansiosos de coisa alguma, mas, antes, apresentar nossas petições diante dele, pela oração, súplica e ações de graças (Fl. 4. 6). Por isso, devemos continuamente exercer a prática de momentos de oração, de comunhão com Deus, para, não apenas expor nossos desejos, mas desfrutar da comunhão com ele, por intermédio de Cristo Jesus.

Finalmente, nesse processo de oração, devemos enxergar o papel da Trindade, em que oramos a Deus pai. É perceptível na Teologia Bíblica que Deus Pai é aquele que que recebe nossas orações. Por isso Jesus nos diz que quando formos orar, devemos fechar a porta de nosso quarto, e orar ao nosso Pai que vê em secreto (Mt. 6. 6-8). Ao mesmo tempo, a obra do Filho é quem nos garante livre acesso à presença de Deus, e o Espírito Santo é quem nos auxilia, intercedendo por nós em nossa fraqueza, porque não sabemos orar como convém (Rm 8. 26). Desfrutemos, assim, de uma vida de oração na presença do Pai.

Compartilhe:

Novidades

Acesse as últimas pregações, aulas e estudos bíblicos

04/06/2021
1ª CONFERÊNCIA TEOLÓGICA REFORMADA
IBRAK PRRD

29/03/2021
CULTO DA RESSURREIÇÃO
IP Diadema

26/03/2021
CULTO DAS SETE PALAVRAS
IP Diadema

Igreja Presbiteriana do Brasil em Diadema -
Todos os direitos reservados.